Família

Todo ano uma mudança: o que esperar de cada etapa da escola

Da pré-escola até o final do ensino fundamental

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Pré-jardim de infância

Bate papo sobre números: seu filho começa a contar tudo que vê, as maçãs da sacola de compras, os carrinhos espalhados pela casa. Os números começam a ser mais presentes em sua vida. Segundo pesquisas da Universidade de Purdue, em Indiana, EUA, o incentivo dos pais a matemática é importante para desenvolver habilidades com os números e até em linguagem, contanto e comparando quantidades.

Modos a mesa: “Na escola, as crianças aprendem a esperar todo mundo sentar antes de começarem a comer,” diz Jenny McSweeney, professora de pré-jardim de infância em New Providence, Nova Jersey. Praticar esse hábito antes das refeições em casa pode ajudar seu filho a ficar mais confiante na escola.

O drama: “Esse ano seus filhos começam a fazer ‘birra’ para chamar a atenção, dizendo até ‘Não vou mais ser seu amigo’, diz a professora do pré-jardim de infância Carol Saudi, em Staten Island, Nova York. “Pense em maneiras positivas de responder a isso.”

Etiquete tudo: outra dica para a volta as aulas: não deixe nada sem uma etiqueta! Depois de colocar o nome do seu filho na garrafinha de água, coloque em uma sacola com lacre (zip-bag). Segundo a professora Jenny McSweeney isso impede que a mala fique encharcada se seu filho não fechar a garrafa direito.

 O que o pré-jardim de infância significa?

1. Distante de você: Seu filho está fazendo a transição para um dia mais longo e longe de você, geralmente se comportam muito bem, deixando todas as emoções mais fortes para quando voltar para casa ao seu lado.

2. Aprimorando o intelecto: As crianças estão fortalecendo suas habilidades motoras e memória. Eles estão animados para desenhar suas experiências do dia e sua as criações da sua imaginação, além de estarem interessados em histórias mais longas.

3. Amizades tornam-se mais importantes: Você vai ouvir muito sobre os “melhores amigos” esse ano. Seu filho se aproxima sozinho dos colegas, sem precisar que você faça os amigos para ele.

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Jardim de Infância

Praticando o primeiro nome: Ao invés de usar só letras de forma para escrever o nome, o que é comum na pré-escola, ajude o seu filho a escrever a primeira letra de forma seguida de letras minúsculas.

Não se estresse com os enganos: usar B ao invés de D, P ao invés de Q, ou escrever letras de cabeça para baixo é normal nas idades até 7 anos.

Use o tempo no carro: “Leia placas em voz alto junto com seu filho, principalmente aquelas que você encontra com frequência, diz Robin Fitzgerald, professora de Scotch Plains, em Nova Jersey. “Olha só, P-A-R-E, Pare!”

Desenvolva confiança com tesouras: Professoras do jardim de infância esperam que as crianças tenham alguma experiência com tesouras. Para ajudar seu filho a segura-la, desenhe uma carinha feliz na unha do dedão da mão que ele usa para segurar a tesoura e diga que ele precisa ver a carinha o tempo todo enquanto está cortando, dica da professora Diana Prkut, de Seattle. Depois que ele pegar o jeito, faça treinos para cortar em linhas retas e grandes círculos.

O que o jardim de infância significa?

1. Criar uma rotina: sua prioridade é fazer sua filho ficar confortável na escola. Os avanços acadêmicos virão em seguida.

2. Mostre o que é independência: ensine seu filho a levantar a mão se quiser ir ao banheiro ou se não está se sentindo bem.

3. Ensine a amarrar os cadarços: até ele aprender a amarrar os sapatos, mande seu filho para a escola com tênis de velcro, para prevenir tropeços. Ficar amarrando na escola pode ser estressante no começo.

Criança canhota escrevendo (Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Primeira série do fundamental

Não soletre logo de cara: Ao invés disso, pergunte “como você acha que se soletra?” A professora de Lindenhurst, NY, Erica Bohrer, ainda da a dica de “aumentar as palavras na hora de falar, mostrando cada um dos sons”.

Não fique nervosa com o nível de leitura: “Nós começamos a avaliar logo no começo do ano, mas crianças estão sempre em diferentes níveis, seja só começando ou fluentes” disse a professora do primeiro ano Kirsten Richards, de Chicago. No começo da aprendizagem, uma boa leitura é mais do que decodificar as letras e dize-las – você quer que seu filho entenda o que está lendo e aproveite a leitura”

Procure o livro certo: “Estudantes do primeiro ano sempre querem passar logo dos livros ilustrados para os com grandes capítulos antes mesmo de estarem prontos”, disse Travis Jonker, bibliotecário de um escola em Dorr, Michigan. “A ponte entre eles são os livros de jovens leitores, que geralmente ficam esquecidos”.

O que o primeiro ano significa?

1. A parede de palavras: Muitas professoras colam nas paredes a palavras mais usadas. Você pode recriar uma em casa para reforçar as palavras chave.

2. Escrevendo a notícia do fim de semana: Na classe, seu filho pode ter que escrever o que fez no sábado. Se ele sentir medo, lembre que não precisa escrever todas as palavras certas, mas sim escrever um começo, um meio e um fim.

3. As lembranças: Salve de alguma forma as adoráveis observações que seu filho vai fazer. A criatividade de hora de soletrar vai te encantar.

Segundo ano do fundamental

Tenha pequenas conversas: Não precisa de um assunto especial para conversar. Lynsey Burkins, professora do segundo ano em Dublin, Ohio acredita que conversar sobre o que terá no jantar e a construção no fim da rua pode ajudar a desenvolver as habilidades de conversa natural do seu filho.

Conte a história da sua família: “Quando eu estava crescendo, meus pais e minha família entendiam a arte de contar uma história.” Disse a professora Lynsey Burkins. “Carregar uma tradição familiar passada com histórias mudou a vida do meu filho no primeiro ano, que tinha dificuldade para ler.” Escutar histórias aumenta a habilidade do seu filho de compreender uma sequência de eventos, o que pode engajar jovens leitores.

Qualquer leitura é válida: “Alguns pais me perguntam: ‘charges e quadrinhos contam como leitura?’ É claro!” diz Burkins. “Essa histórias ainda ajuda seu filho a seguir uma sequência na histórias.

Tente ler o quanto puder: Se você conseguir ler com seu filho 2 ou 3 páginas, já está ótimo! Em seguida pergunte: “O que acabou de acontecer” ou “Onde está o problema”. Essas perguntas ajudam a criança a pensar no texto que acabou de ler e aumenta a compreensão da leitura disse Anna DiGilio, professora do segundo ano em Briarcliff Manor, NY.

O que significa do segundo ano

1. Fazendo perguntas: Motive uma conversa colocando seu telefone de lado e realmente escutando o que seu filho tem a dizer. Você vai adorar as conversas que vão surgir.

2. Apresentando o teclado: Crianças adoram achar que são velhas o suficiente para tecnologia. Aprender a digitar pode ajudar a escrever.

3. Entender que seu filho ainda não é um estudante mais velho: mas ele está orgulhoso que já não é o estudante mais novinho

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Terceiro ano do fundamental

Encoraje o pensamento crítico:O terceiro ano passa de ‘aprender a ler’ para ‘ler para aprender’, então eles terão que apresentar evidências que suportem suas ideias de por que um personagem foi legal ou o que toda a história quis dizer” disse Marnie Lowery Coggins, professora do terceiro ano em Syracuse, NY. Pratique isso em casa com seu filho.

Não deixe de ler livros ilustrados: Coggins da uma dica para os pais procurarem livros ilustrados um pouco mais desafiadores, que exercitem mais o exercício com as letras.

Não esqueça a matemática: Uma boa atitude é crucial para desenvolver a confiança do seu filho com os números. A Universidade de Stanfort fez uma pesquisa que mostra que um pensamento positivo sobre problemas de matemática enquanto os jovens fazem exercícios está muito relacionado com o funcionamento do hipocampo, um centro de memória importante.

Saiba a posição da escola sobre letra cursiva: Muitas escolas não consideram mais a letra cursiva importante já que o teclado fez ela não ser mais tão essencial.

O que significa o terceiro ano

1. As frações: A matemática está indo para um próximo nível. Faça um bolo para reforçar a ideia de frações em casa. Pergunte se seu filho pode cortar ¼, meio, 1/3. Então coma tudo!

2. Tente diferentes tipos de história: peça para a biblioteca da escola do seu filho algumas indicações de histórias para você ler com ele.

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Quarto e quinto anos do fundamental

De poder ao seu filho com tarefas reais: Nesses anos os jovens começam a ter experiências de serem líderes na escola. Para ajudar a confiança do seu filho mostrando a independência de oportunidades “de adulto” para ele em casa. A professora Laura Mccammack diz para “ensina-lo, com segurança, tarefas na cozinha e na lavanderia.”

A falha ensina: Raquel Castaneda, professora do quarto ano em Cary, na Carolina do Norte, diz para os pais deixarem seus filhos errarem. “Precisa de confiança, por que é um bom ambiente para aprender as consequências de uma ação errada.”

Continuem lendo juntos: Castaneda diz que, mesmo que você não caiba mais na cama do seu filho, tire um tempo para ler com ele.

O que significa o quarto e o quinto ano

1. Entenda os gostos dele: se seu filho não gostava e futebol ou ballet com 6 anos, talvez ele goste agora. Nunca é tarde para tentar novas atividades.

2. A puberdade está chegando…: do nada seu filho pode crescer, então é melhor preparar o desodorante. Emoções e sono podem variar também, então seja compreensiva.

3. Confie no seu filho: você não precisa dizer como fazer a lição de casa. As ideias dele importam, então reconheça.

Leia também:

Escola pede fotos de grávida e mãe adotiva tem ideia surpreendente

Quando você leva o seu filho à escola, sabe para onde a escola leva o seu filho?

Escola deve combater o bullying, determina nova lei brasileira