Família

Todo ano uma mudança: o que esperar de cada etapa da escola

Da pré-escola até o final do ensino fundamental

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

(Foto: iStock)

Pré-jardim de infância

Bate papo sobre números: seu filho começa a contar tudo que vê, as maçãs da sacola de compras, os carrinhos espalhados pela casa. Os números começam a ser mais presentes em sua vida. Segundo pesquisas da Universidade de Purdue, em Indiana, EUA, o incentivo dos pais a matemática é importante para desenvolver habilidades com os números e até em linguagem, contanto e comparando quantidades.

Modos a mesa: “Na escola, as crianças aprendem a esperar todo mundo sentar antes de começarem a comer,” diz Jenny McSweeney, professora de pré-jardim de infância em New Providence, Nova Jersey. Praticar esse hábito antes das refeições em casa pode ajudar seu filho a ficar mais confiante na escola.

O drama: “Esse ano seus filhos começam a fazer ‘birra’ para chamar a atenção, dizendo até ‘Não vou mais ser seu amigo’, diz a professora do pré-jardim de infância Carol Saudi, em Staten Island, Nova York. “Pense em maneiras positivas de responder a isso.”

Etiquete tudo: outra dica para a volta as aulas: não deixe nada sem uma etiqueta! Depois de colocar o nome do seu filho na garrafinha de água, coloque em uma sacola com lacre (zip-bag). Segundo a professora Jenny McSweeney isso impede que a mala fique encharcada se seu filho não fechar a garrafa direito.

 O que o pré-jardim de infância significa?

1. Distante de você: Seu filho está fazendo a transição para um dia mais longo e longe de você, geralmente se comportam muito bem, deixando todas as emoções mais fortes para quando voltar para casa ao seu lado.

2. Aprimorando o intelecto: As crianças estão fortalecendo suas habilidades motoras e memória. Eles estão animados para desenhar suas experiências do dia e sua as criações da sua imaginação, além de estarem interessados em histórias mais longas.

3. Amizades tornam-se mais importantes: Você vai ouvir muito sobre os “melhores amigos”<