Engravidar

8 alimentos que aumentam as chances de engravidar

Já prepara a listinha do mercado!

Giovanna de Boer

Giovanna de Boer ,filha de Karen e Christiano

Aqui vão alguns alimentos que aumentam a fertilidade (Foto: Getty Images)

Você já sabe que existem muitas regras sobre o que você pode e não pode comer enquanto está grávida. Mas e quando você está tentando? Alguns alimentos podem melhorar as chances de ter um bebê? SIM! Se você está pensando em aumentar a família, aqui vai uma lista de oito alimentos  que podem te ajudar a aumentar a sua fertilidade. Já pode começar a lista do mercado.

1- Feijões

Sim, sim, além de serem mágicos, eles também aumentam a fertilidade. Pesquisadores da Escola de Saúde Pública de Harvard examinaram quase 19 mil enfermeiras que estavam tentando engravidar e descobriram que mulheres que ingerem mais proteínas vegetais tem menos problemas para engravidar. Então já prepara o grão-de-bico numa salada! Não gosta de feijão? Sem problemas, Lentilhas, tofu, edamame e nozes também são boas proteínas vegetais.

2- Sorvete

Viva! Você leu certo! E pode ficar tranquila que não estamos falando sobre os que são de baixo teor de gordura. O Nurses ‘Health Study descobriu que uma ou duas porções diárias de leite integral ou produtos lácteos integrais (como sorvete!) são supereficazes contra a infertilidade ovulatória. O leite desnatado e com baixo teor de gordura, surpreendentemente, faz o oposto, diz Jorge E. Chavarro, professor assistente de nutrição e epidemiologia na Escola de Saúde Pública de Harvard e autor de The Fertility Diet. Os especialistas não sabem o por quê, embora o Dr. Chavarro teorize que remover a gordura do leite altera o equilíbrio de hormônios sexuais, o que impede a ovulação. Dr. Chavarro sugere a substituição de um item de leite com baixo teor de gordura por dia por um de gordura completa. 

3- Folhas verdes

Espinafre, alface, rúcula, brócolis e outras verduras de folhas verdes são ricas em folato e vitamina B, alguns estudos mostraram que pode melhorar a ovulação. Tenha certeza de dividir a salada com o seu parceiro. Homens que recebem doses mais altas de folato produzem espermatozoides mais saudáveis, reduzindo as chances de problemas crônicos ou genéticos no bebê. Pesquisadores da Escola Pública de Saúde da Universidade da Califórnia em Berkeley pesquisaram 97 homens não fumantes que não tinham histórico de problemas de fertilidade e descobriram que: homens que tinham a maior ingestão de vitamina tinham uma redução de quase 20% no número de espermatozoides não tão saudáveis.

4- Sementes de abóbora

Elas são ricas em ferro não-heme, o tipo de ferro encontrado em alimentos vegetais e alimentos fortificados com ferro. Um estudo descobriu que as mulheres que tomavam regularmente um suplemento de ferro (que é o ferro não-heme) eram 40%  menos propensas a ter problemas para engravidar do que aqueles que não tomavam ferro. Já pode colocar as sementes de abóbora no forno para um lanche crocante para dar aquele boom na fertilidade. 

5- Pão integral

Carboidratos complexos levam mais tempo do que os refinados para digerir, ajudando a manter os níveis de açúcar no sangue (e os níveis de insulina) estáveis. O que isso tem a ver com engravidar? Maiores níveis de insulina podem atrapalhar os hormônios reprodutivos. Um estudo holandes que analisou 165 casais tentando engravidar descobriu que, quando as mulheres tinham altos níveis de açúcar no sangue, elas tinham apenas a metade das chances de engravidar durante o estudo de seis meses. Quando você está tentando conceber, escolha sempre o pão integral, o arroz integral sobre o branco e a massa de trigo integral ao invés do branco.

6- Azeite

O azeite de oliva é uma gordura monoinsaturada que ajuda a aumentar a sensibilidade à insulina e diminuir a inflamação em todo o corpo (inflamação interfere com a ovulação, concepção e embriões com desenvolvimento tardio).  Use e abuse em saladas com vinagre balsâmico, ou use para cozinhar, em vez de manteiga.

7- Salmão 

Este peixe de água fria é rico em ácidos graxos ômega-3, que podem ajudar a regular os hormônios reprodutivos e aumentar o fluxo sanguíneo para os órgãos reprodutivos. O salmão também é menor em mercúrio em comparação à outros peixes gordurosos. Além de comer salmão, você pode obter seus 1.000 – 2.000 mg diários de ácidos graxos ômega-3 com 2 colheres de sopa de nozes ou 2 colheres de sopa de sementes de linhaça ou sementes de chia.

8- Ácido fólico

“Se você planeja engravidar, você tem que ter certeza de que a sua dieta tem  ácido fólico”, diz Erin Palinski-Wade, autora de The Belly Fat Diet for Dumies . Você pode tomar suplementos, vitaminas pré-natal e aumentar a ingestão de alimentos ricos em ácido fólico, como grãos integrais fortificados, cereais enriquecidos, vegetais e frutas cítricas. Você deve tomar 400-600 mg de ácido fólico diariamente antes da gravidez e cerca de 800 mg durante a gravidez para garantir uma gravidez mais saudável e minimizar os riscos do parto.

Evite gordura trans
“No geral, agora é um ótimo momento para analisar sua dieta como um todo”, diz Palinski-Wade. Se você está comendo muita porcaria, grãos refinados e doces, saiba que esses alimentos não têm nenhum benefício nutricional e podem estar prejudicando seu corpo, já que podem levar a picos de açúcar no sangue. Eles também contêm gorduras trans, que diminuem a capacidade do organismo de reagir à insulina, o que o tornará mais propenso à ovulação irregular.