Mãe encontra sangue na vagina da filha e denuncia creche por estupro

A menina não esteve em nenhum outro lugar

A mãe foi correndo para a delegacia (Foto: reprodução / Getty Images)

A creche é só uma das opções encontradas pelos pais para pode deixar as crianças com algum responsável durante o dia. Acontece que uma mãe ficou extremamente preocupada quando ao pegar a filha em um CMEI de Cuiabá e ver que havia sangue na fralda da menina.

-Publicidade-

Segundo o Jornal O Livre, assim que a mãe percebeu que a vagina da bebê estava toda vermelha por dentro e que tinha uma quantidade de sangue seco nos lábios vaginais da filha, ela correu para a delegacia e abriu uma denúncia contra a creche. Ela conta que  a menina não esteve em nenhum outro lugar e teme que a filha tenha sido estuprada por algum funcionário.

O caso aconteceu no última dia 3 de setembro, mas nem o nome dos envolvidos e nem a idade da bebê foram anunciados pela polícia. A única informação divulgada foi que o caso será registrado como “ocorrência de natureza diversa”.

-Publicidade-

A Polícia Judiciária Civil vai ser a responsável por seguir com a investigação e a menina, mesmo com o relato da mãe, vai precisar ser encaminhada para exame de corpo de delito. Tudo isso aconteceu na região do bairro CPA, em Cuiabá.

Uma menina escapou de um ataque de próprio pai

No último domingo, 8 de setembro, uma criança, de 10 anos, pulou da janela do 1º andar para fugir da tentativa de estupro do pai, no bairro Granja Lisboa, em Fortaleza. De acordo com informações repassadas pela polícia ao G1, a menina passava o fim de semana com o pai, que tem 34 anos e antecedentes criminais por violência doméstica, roubo e furto.

Por volta das 6h da manhã, o homem tapou a boca da filha, para que ela não gritasse, mas a menina conseguiu se soltar e pulou do 1º andar na tentativa de pedir ajuda. Ela, mesmo sem conseguir andar, se rastejou até a porta de um vizinho, que chamou a polícia. Segundo o boletim policial, a garota apresentava os olhos inchados e roxos.

(Foto: reprodução / Getty Images)

O vizinho contou ao site que a menina gritava por socorro: “Pelo amor de Deus, me ajuda, papai quer me estuprar“. “A única coisa que eu fiz foi mandar ela entrar, fechei o portão. Com pouco tempo o pai dela, sei lá o que ele é dela, desce. Falou nada demais, só disse que era filha dele, que ela não fizesse aquilo, que tava prejudicando ele. Eu disse ‘não, se ela tá prejudicando eu não sei, só sei que na minha casa você não entra, eu quero saber realmente o que tá acontecendo”. O pai da garota foi até o apartamento em que a filha estava, na tentativa de pedir para que ela voltasse para casa.

A menina estava se queixando de dores na coluna e de um sangramento no pé, que provavelmente foram ocasionados pela queda. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e ainda não se sabe sobre o estado de saúde da garota. De acordo com o vizinho, os pais da menina haviam acabado de se separar e a mãe mora atualmente no bairro Bom Jardim.  O pai encontra-se foragido até o momento.

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:


Leia mais:

Menina de 11 anos dá à luz na escola e pai é acusado de estupro

Vítima de estupro: médica obriga menina de 11 anos a dar à luz por cesárea na Argentina

Menina de 11 anos denuncia avô por estupro após palestra sobre abuso sexual na escola

-Publicidade-