Colunistas

5 mitos sobre alimentação na gravidez

Grávida pode comer por 2?

Sabe aquela dica de avó durante a gravidez que você não sabe se é verdade ou não? Será que não pode mesmo tomar café nem comer sushi? E ovo, também não? Existem vários mitos em torno da alimentação na gravidez e agora vamos te ajudar a entender melhor algum deles.

  1. Grávida pode comer por dois?
    Não é ideal comer por dois, pois grávida que come em excesso vai ganhar peso em excesso, o que pode gerar problemas durante a gestação, como aumento da glicemia e pressão. O mais importante é a qualidade nutricional dos alimentos que você come, não a quantidade, pois está formando as células do bebê.
  2. Não pode comer ovo?
    É um mito. Ovo tem nutrientes essenciais para o bebê, que está com o sistema nervoso central sendo formado. O alimento tem colina, que ajuda na formação dos neurônios. Uma dica é incluir no café da manhã.
  3. Gengibre e canela são abortivos?
    Não há estudos que comprovem isso. Gengibre é geralmente usado para minimizar sintomas de náusea e a canela é usada para minimizar o consumo de açúcares e carboidratos. Por exemplo, combinado com uma banana, pode sim ser incluído na alimentação da gestante
  4. Pode comer comida crua?
    O risco ao comer comida crua é grande, não apenas por toxoplasmose, mas por contaminação por bactéria, como salmonela. Mas se o local for de confiança, você souber a procedência dos alimentos, já está costuma a ir, o risco diminui, mas ainda existe, assim como uma salada mal lavada. Evite comidas cruas no 1° trimestre e no 2° trimestre frequente apenas restaurante de sua confiança
  5. Grávida pode tomar café?
    Sim! Mas deve analisar os sintomas durante a gestação, pois o café pode trazer sensibilidade estomacal. A bebida em excesso não é recomendada, assim como água. Grávidas podem tomar 3 xícaras de café ao longo do dia, em horários espaçados e longe das refeições, pois ele pode afetar a absorção de ferro, nutriente muito importante durante a gestação.

Leia também: 

Nutrição adequada nos primeiros 1000 dias do bebê é fundamental

Escola encontra solução surpreendente para alunos que não tem o que comer nos fins de semana

Você sabia que 21% das crianças deixam de comer ou dormir para usar a internet?