Pai manda e-mail com regras para família visitar o filho recém-nascido e causa polêmica

O relato, feito em um fórum online, deixou muitas pessoas revoltadas

Um pai fez uma lista de exigências para as pessoas visitarem seu filho recém-nascido (Foto: Getty Images)

Com a chegada de um bebê, a família inteira muda. Todos querem conhecer o novo membro da família e as visitas em casa não param. Um pai dividiu opiniões ao escrever um e-mail com uma lista de regras para as visitas que apareceriam em sua casa para conhecer seu bebê. No Reddit, ele falou sobre o que aconteceu e os usuários da rede social fizeram muitas críticas ao pai. Leia o relato na íntegra:

-Publicidade-

“Três dias atrás, eu e minha esposa tivemos nosso primeiro filho, um menino. Nenhuma de nossas famílias conhece a palavra ‘limite’ quando se trata de recém-nascidos. Meus pais são antiquados e pensam que deixar o filho comer sujeira é melhor do que qualquer vacina. Recebemos visitas no hospital no primeiro dia. Como sou um pai muito ansioso, quando tomamos essa decisão, eu enviei um e-mail para todos que diziam que queriam nos visitar.

Pedi que as pessoas que estavam doentes não viessem nos visitar e que não trouxessem nenhuma criança menor de 18 anos, porque as escolas são um ótimo lugar para pegar vírus. Além disso, pedi que as pessoas usassem perfumes leves ou então não usassem perfume. Também pedi que as pessoas me informassem a hora que eles gostariam de vir, desde que fosse das 9 da manhã às 5 da tarde, e ficar por mais ou menos uma hora, sem entregar presentes, já que daria trabalho levá-los para casa, e deixar entre 3 e 4 pessoas no quarto. Me senti meio autoritário, mas minha esposa leu e disse que estava tudo bem.

-Publicidade-

A maioria das pessoas me respondeu com o horário que elas apareceriam, exceto meus pais e meus sogros. Meus pais apareceram por volta do meio dia, enquanto minha tia já estava lá com o marido e os dois filhos adultos. Eu pedi para meus pais esperarem um pouco do lado de fora para que minha tia terminasse a visita, mas ela decidiu sair mais cedo. Sem perguntar, minha mãe pegou meu filho no colo e desenrolou ele do cobertor.

Uma hora depois, meus pais ainda estavam lá e meus sogros apareceram junto com o neto pequeno. Minha esposa disse à eles que eles não poderiam trazê-lo, o menino começou a chorar e minha sogra nos repreendeu por proibir a presença de crianças, meu pai disse que nós estávamos muito mimados. Então, minha mãe começou a dizer que fomos muito rudes e frios e que, como avó, é seu direito visitar o bebê quando ela quiser. Ela me chamou de indelicado por enviar um e-mail exigente e que ela me criou muito bem e não entendia porque eu fui tão rude com a minha própria família.

Minha esposa mudou de ideia sobre tudo e achou que eu fui muito combativo. Não acho que errei tanto assim em exigir esses limites. Eu exagerei ao mandar um e-mail com orientações para visitar nosso recém-nascido?”

Nos comentários da publicação, os usuários da rede social deixaram muitas opiniões. “Seu filho, suas regras. Você e sua esposa precisam ter uma conversa séria sobre as famílias de vocês”, comentou um usuário. “Doze pessoas perto de um bebê é muita coisa, você não quis sobrecarregar sua esposa e seu filho, achei que você foi razoável”, disse outra seguidora.

Outras pessoas criticaram o pai e defenderam a família, dizendo que ele estava sendo muito rígido. “Ter um filho é um grande negócio. Como pai, é provável que você esteja cansado e com menos paciência. Você poderia ter sido um pouco mais sensível com eles”, disse uma seguidora. “Existem regras que são justas, mas não levar os filhos? Acho que você entrará em choque ao levar seu bebê em algum lugar aberto”, brincou outro seguidor.

Leia também:

Conheça 11 regras de viagem que a família real deve seguir

Diretora de escola coloca regras sobre as roupas que os pais devem usar no colégio e causa revolta

6 regras da realeza que foram quebradas por Meghan Markle durante a gestação e nascimento do filho

-Publicidade-