Bebês

7 coisas estranhas que os bebês fazem e são completamente normais

Saiba como lidar quando uma reação assim acontecer

Isabella Zacharias

Isabella Zacharias ,Filha de Aldenisa e Carlos

Não estamos falando apenas do seu bebê, mas de todos! (Foto: iStock)

Ok, para esclarecer, não estamos falando apenas do seu bebê, e sim de todos! Eles são muito fofos, mas também têm atitudes bem peculiares, inusitadas e até mesmo engraçadas.

Os bebês têm sistemas nervosos imaturos, zero experiência de vida, cérebros que ainda estão se desenvolvimento e, convenhamos, não têm muita consciência social. Adicione tudo isso e não será uma surpresa que eles façam coisas que não fazem sentido para nós.

Separamos 7 coisas inusitadas que as crianças fazem pra te deixar menos preocupada quando acontecer.

É normal a criança mexer nas partes íntimas (Foto: Getty Images)

Ele está… “Se tocando”
É hora de trocar a fralda, então você faz o que já é de costume: tira a fralda dele. Mas, dessa vez, o bebê não fica apenas deitado. Em vez disso, ele começa a mexer em suas partes íntimas.

“É muito comum que os bebês comecem a brincar com seus genitais por volta dos 5 ou 7 meses”, diz DeAnn Davies, diretora de desenvolvimento infantil da Scottsdale Healthcare, no Arizona. “Significa algo muito diferente para eles do que para você. Os bebês se tocam por pura curiosidade”.

Se você se incomoda, dê a ele uma distração, como um brinquedo para que ele tenha algo diferente para focar. Ou então, apenas aceite. “Aceite que se tocar é algo que as crianças fazem, é apenas uma maneira de aprender sobre seus corpos”, diz DeAnn.

Quando seu filho se assustar pode jogar os braços para cima como se estivesse voando (Foto: Getty Images)

Ele é um pássaro? Um avião?
Os bebês se adaptaram desenvolvendo uma estratégia defensiva contra a queda. Sempre que seu bebê tiver a sensação – certa ou errada – de que ele está caindo ou se ele estiver assustado, ele pode jogar os braços para os lados, como se estivesse tentando voar.

O “sistema Moro”, como é conhecido esse reflexo, é um sinal de que o sistema nervoso do seu filho está se desenvolvendo adequadamente.

Ele ficou de pé, mas não sabe como voltar para o chão
Por volta dos 10 meses de idade, seu bebê atingirá uma meta: ele segurará em algum móvel e ficará de pé. O que é ótimo, exceto que ele talvez se esqueça de que ele pode se sentar novamente.

“Sentar é uma habilidade que ele precisa aprender por si mesmo”, explica o especialista Peter Vishton, pesquisador-chefe do Centro de Pesquisas para o Desenvolvimento Infantil do College of William & Mary em Williamsburg. “As chances de ele se machucar são pequenas”.

Ele treme muito
Em um minuto, seu filho está deitado calmamente no berço. No próximo, ele está tremer muito. O que está acontecendo?

“Neurologicamente, os bebês não são muito bons em regular seus movimentos, é apenas parte do processo de maturação”, explica Davies. “Verifique as mãos do seu filho para ver se ele está com frio”.

De acordo com Peter Vishton, os bebês nascem muito magros, porque precisam se encaixar nos corpos das mães. “Seu filho não tem muito preenchimento para ajudá-lo a regular a temperatura corporal. Ele não pode pegar um moletom, caso sinta frio”, diz Peter.

Se o seu filho treme com frequência e chora também, ligue para o pediatra.

Ele tem soluços o tempo todo
Soluço é uma coisa muito irritante. Os soluços infantis são misteriosos, mas existe uma teoria. “As habilidades de respiração e deglutição do bebê ainda não estão totalmente sincronizadas”, diz Peter. “Ele pode tentar engolir e respirar ao mesmo tempo e isso desencadeia o soluço”.

De acordo com DeAnn, os soluços também podem ser um sinal de que seu filho está se sentindo sobrecarregado em algum ambiente. “Recém-nascidos não são bons em bloquear o barulho. Tente levá-lo para um quarto silencioso, longe dos irmãos, animais de estimação e da televisão”, ela recomenda.

Ele está desenvolvendo um hábito de tossir
Você está fazendo suas próprias coisas ao redor da casa, quando de repente, seu bebê começa a tossir. Você corre pra ver se tem algo errado e: nada. Na verdade, seu bebê está sorrindo por ter feito um barulho teatral.
“Com 6 meses, quando a tosse falsa começa, os bebês estão realmente começando a entender como o mundo funciona”, diz Peter. “Seu filho percebeu que quando ele tosse, você vai correndo atrás dele, então ele faz isso para conseguir atenção”.
Dê ao seu filho o que ele quer, sorria e se divirta junto. “Não há mal nenhum nisso, é engraçado”, diz Peter.
Ele está esquecendo de alguns truques
Ele finalmente conseguiu engatinhar ou bater palmas. Quando você está pronta para mostrar para a família o que ele conseguiu fazer, ele se esquece e não faz nada.

“Da mesma forma que você esquece algumas coisas que achava que sabia, isso acontece com os bebês”, explica Peter. “Às vezes, mesmo depois de termos realizado com sucesso uma tarefa várias vezes, temos uma memória incompleta de como a realizamos”, ele diz. “As crianças esquecem de fazer coisas que parecem tão simples para nós, porque são realmente complexas para elas”.

Leia também:

Pesquisa prova o quanto leite de doadoras ajuda no desenvolvimento de bebês prematuros: “É bom igual o da mãe”

7 atividades para ajudar no desenvolvimento de bebês de 6 a 12 meses

Seminário Internacional da Primeira Infância reforça a importância do desenvolvimento saudável das crianças