Criança

Instituto transforma sala de quimioterapia em aquário para crianças

Os médicos e familiares também se sentem melhor com o ambiente lúdico.

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

Instituto decora ala de quimioterapia para crianças (Foto: Reprodução)

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 12 mil crianças são diagnosticadas com câncer por ano. Infelizmente, esse número não afeta apenas os pequenos, mas toda a rede de apoio em torno deles. Pensando nisso, o Instituto Desiderata transformou a ala de quimioterapia em um aquário com o objetivo de deixar esse momento mais confortável para todos.

“Doente, a criança tem tanto direito à infância quanto saudável”. É assim que Laurenice Pires, gerente da área de saúde do Instituto Desiderata, explica a iniciativa de transformar os espaços de tratamento quimioterápico para crianças em hospitais públicos do Rio de Janeiro em verdadeiros cenários lúdicos.

Não é apenas sobre criar um lugar legal, mas também porque o aquário lembra a barriga da mãe e torna tudo mais acolhedor e resgata a criança direto para o lúdico. necessidade para o desenvolvimento cognitivo e intelectual se mantém, mas geralmente ela não tem um espaço que estimule de alguma forma.

Instituto decora ala de quimioterapia para crianças (Foto: Reprodução)

Os estudos mostram que a ideia fez tudo melhorar. Os médicos e familiares também se sentem melhor com o ambiente lúdico. Isso porque a decoração faz com que as crianças resistam menos ao tratamento, fazendo com que os profissionais consigam exercer sua função com mais calma e os pais evitam de ver o filho sofrendo.

“Segundo nossa última pesquisa de 2017, 90% dos cuidadores disseram que o paciente se sente mais incentivado ao tratamento, enquanto 86% confirmaram que as crianças sentem o tempo passar mais rápido”, diz Laurenice.

BOAS AÇÕES

Uma enfermeira não só cuida das crianças, mas canta e toca para elas! Beth Porch trabalha na enfermaria do Great Ormond Street Hospital, em Londres, Inglaterra, e é apaixonada por música. A profissional viralizou depois que um vídeo dela cantando foi postado no Twitter.

Recentemente, Beth viralizou na internet com o vídeo em que aparece tocando ukulele e cantando “It’s All About You” para Artie Vickerage. A mãe do menino, Gemma Vickerage, gravou e postou o vídeo no Twitter. Artie tem apenas 3 anos, mas ficou no hospital nos últimos meses porque a mãe descobriu um caroço na barriga. “Eu o levei para o hospital e fomos encaminhados para a Great Ormond Street imediatamente e no dia seguinte eles haviam já tinham começado o tratamento“.

“Quão absolutamente incrível é esta moça. O nome dela é Beth, e ela é enfermeira da ala de câncer de crianças em @GreatOrmondSt – ela vai além dos deveres de uma enfermeira e coloca um sorriso em todos os rostos de crianças! Uma pessoa muito especial”, disse Gemma no tweet.

A notícia da cantoria rapidamente se espalhou e outras famílias pediram para que ela cantassem para as crianças. Antes que ela percebesse o apelido “enfermeira cantora” já tinha pegado. Depois que Gemma compartilhou o vídeo de Beth tocando para Artie, o tweet bombou tanto que chegou ao cantor da banda McFly, autor da música “It’s All About You”.
“Não chore… Beth, você é uma heroína absoluta com a voz de um anjo. Gemma, espero que o seu pequenino esteja bem. Desejando a você tudo de bom. Parece que você está em boas mãos! Beijos”, disse Tom Fletcher em resposta ao vídeo.
Beth ficou chocada com a resposta do cantor favorito e disse: “Não parece real. Eu não esperava me tornar viral. É estranho pensar que tantas pessoas me ouviram cantar, incluindo grandes celebridades!” Ela ainda completou que para aprender a música favorita dos pacientes leva uma ou duas horas, e então ela pode tocar sempre que eles precisaram de uma distração.
Para as famílias dos pacientes, esse ato significa muito mais do que uma simples cantoria. “Ele está passando por uma situação tão ruim ás vezes é difícil ficar positivo, mas Beth realmente faz a diferença”, disse Gemma, mãe de Artie.
Confira o vídeo: 

Fique por dentro do conteúdo do YouTube da Pais&Filhos:

Leia também: