Notícias

Menina de 7 anos faz festa para comemorar transplante de medula

Conheça a história da Maria Eduarda

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Scantling Photography)

A leucemia é o câncer mais comum em crianças, representando 30% dos casos de câncer. (Foto: Scantling Photography)

Maria Eduarda Sandoval, de 7 anos, descobriu que estava com leucemia em 2015, quando tinha apenas 4 anos. Duda ficou distante do tratamento por algum tempo, mas a doença voltou. Então, a família se mobilizou em uma grande campanha para encontrar um doador.

Um dia antes de seu aniversário de 7 anos, Duda foi contemplada com o melhor presente de sua vida: um doador de medula compatível. “Foi o presente de Deus que ela tanto pediu”, disse a mãe Ritielli Hartz.

(Foto: Arquivo pessoal)

Na primeira foto, Duda com sua melhor amiga. Na segunda, Duda e a mãe Ritielli. (Foto: Arquivo pessoal)

Duda quis comemorar com festinha, bolo, doces e a presença da melhor amiga de Cuiabá, que foi passar uns dias em Barretos (SP), onde o tratamento de Duda é realizado.

“Agradeço a Deus primeiramente por nos abençoar e a todas a pessoas que se prontificaram a ir aos hemocentros para se cadastrar, a todos os que nos ajudaram nessa linda campanha e a todos que oraram para que nosso pedido fosse atendido. E ele foi”, comemorou Ritielli.

A mãe disse que ainda não sabe como o transplante será feito e que tudo dependerá das próximas quimioterapias de Duda, pois a menina está com imunidade baixa e precisa se recuperar para os procedimentos. Por isso, Ritielli pede que as orações e que a campanha continue para que outras pessoas possam ser curadas: “Vocês não fazem ideia de quanta gente está na fila esperando por essa notícia. Então, vamos continuar espalhando a campanha, não só pela Duda, mas para todos os nossos colegas que precisam de um doador”.

Leia também:

Mãe vence o câncer de mama e emociona com texto sobre não poder amamentar.

TUCCA comemora 20 anos com festival para reforçar a luta das crianças contra o câncer.

Projeto Dodói permite tratamento mais humanizado para crianças com câncer.