Criança

PROTESTE alerta sobre as possíveis irregularidades na hora da rematrícula escolar

Alguns reajustes podem não estar em acordo com a lei

Rhaisa Trombini

Rhaisa Trombini ,Edileyne e Geraldo

Fique de olha na hora da rematrícula (Foto: Getty)

Fique de olha na hora da rematrícula (Foto: Getty)

Todo começo de ano é a mesma história: hora de renovar a matrícula do seu filho na escola. Reajustes, novos materiais, aulas, livros e novidades. Mas, fique de olho para não ser enganado pelo colégio! A prestação de contas da escola com os pais deve ser transparante, esclarecendo todos os gatos e seus fins.

PROTESTE, a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, elencou algumas dicas para você não sair prejudicada na hora da rematrícula! Da uma olhada!

Taxa de matrícula

A taxa de matricula deve ser cobrada já integrada ao valor da anuidade escolar. Ou seja, a quantia paga antecipadamente para reservar a vaga ou matrícula deve ser descontada da anuidade. Isso evita que seja cobrada a “13ª mensalidade”, medida que não deve ser adotada pelas escolas. Os alunos já matriculados, caso não esteja devendo, possuem direito à renovação das matrículas, de acordo com as normas e/ou calendário da escola.

Reajuste da mensalidade

O reajuste da mensalidade só pode ocorrer após o período de um ano. Além disso, a escola deverá informar com uma antecedência de 45 dias antes da data final da matrícula, onde todas as pessoas possam ver.

Exigência de fiador

A escola não pode exigir que você tenha um fiador para o pagamento das dívidas escolares. Essa é uma prática irregular.

O material escolar deve ser só do seu filho (Foto: iStock)

O material escolar deve ser só do seu filho (Foto: iStock)

Lista de material escolar

Na lista de material escolar deve conter apenas os itens que só o seu filho vai usar. Aqueles de uso coletivo como de limpeza, higiene, cartolina, papel sulfite e toner para copiadoras não podem estar na lista segundo a Lei Federal 12.886/2013. Essa informação deve constar no plano de aulas da instituição.

Cuidados especiais

Alunos com qualquer tipo de deficiência ou portadores de doenças não contagiosas não podem ter a matricula recusada nem serem cobrados com uma taxa a mais. As crianças com síndromes também devem ser admitidas na grade regular de ensino.

Inadimplência

Se você solicitou transferência da escolamas está com dívidas na atual, o colégio não pode reter seus documentos! Isso porque a inadimplência não pode impedir a transferência do aluno ou evitar que o mesmo realize a matrícula em outro lugar.

Leia também:

STF muda regra de idade mínima para matrícula em Ensino Fundamental

Está em dúvida se matricula seu filho em uma escola bilíngue?

Celular na escola: liberar ou proibir?