Criança

Pediatras americanos criam dez regras para educar crianças sem agressões

Especialistas fazem alerta sobre tapas, humilhações e outros castigos físicos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: iStock)

Você já faz algum desses itens em casa? (Foto: iStock)

Os médicos dos Estados Unidos estão dispostos a acabar com as agressões como forma de educar as crianças em casa. Para eles, tapas, humilhações e gritarias fazem com que as crianças cresçam mais agressivas, afetando a autoestima e a capacidade cognitiva, além de trazerem prejuízos psicológicos.

Para evitar essas ações, os pediatras sugerem que os pais apliquem algumas regras para eles e para seus filhos, ajudando na mudança de comportamento e permitindo um desenvolvimento mais saudável. Confira como são essas regras.

1. Imitação: As crianças se espelham no comportamento dos pais, portanto, ensiná-las a diferença entre o bem e o mal com as suas atitudes pode fazer com que elas vejam as consequências desse comportamento.

2. Tenha limites na hora de impor normas às crianças: Você deve ser claro e realista para que seu filho te entenda, adapte a linguagem de acordo com a idade do seu filho, garantindo que ele cumpra suas tarefas.